Projeto de Interiores – Quanto custa ou, como orçar?

copyright Design.in

A  questão do orçamento tem uma variação de acordo com o volume de honorários dispensados para cada obra, por exemplo, alguns clientes procuram o profissional já com a obra quase terminada, o piso, gesso, cores das paredes, luminotécnico, a paginação, louças e metais dos banheiros e cozinha tudo já pronto, então o que resta é apenas o mobiliário (projetos para marcenaria ou consultoria para compras em lojas) e, a consultoria na escolha das peças decorativas (tapetes, cortinas, quadros, vasos etc). Bom, os projetos mobiliários e as consultorias decorativas são um volume de trabalho até grande também, porém não tanto quanto um projeto de interiores que envolve todas as etapas, onde o breefing muitas vezes gera um volume de pesquisas e envolvimento quase integral, adequar os critérios técnicos, com funcionalidade e estética, respeitar o sonho do cliente que precisa ser realizado, sem sair do foco, respeitar o orçamento estipulado, cronograma etc. Em muitos projetos o envolvimento é muito grande, e, em alguns casos, tudo é criado pelo profissional, todas as etapas de acabamentos e projetos, inclusive a comunicação visual buscando uma psicologia ambiental que gera conceitos diversos e personalizados para cada caso, em casos comerciais, ainda há a afinidade com a marca do cliente, é preciso desenvolver um projeto adequado ao marketing da empresa, por fim, até mesmo a temática dos projetos influenciam no orçamento, um tema vanguardista para um tema rústico requintado envolvem pesquisas diferenciadas.

Tudo isto só pode nos indicar um fato, que, apresentar um valor específico de orçamento sem pesquisar o volume do projeto é muito arriscado, com certeza, o profissional ou o cliente sairá perdendo, e, no caso do profissional apresentar um orçamento sem os devidos cuidados, além de ele perder, ainda prejudicará o cliente, pois não conseguirá desempenhar suas funções previstas com total excelência.

Por: Alexandre Ferraz Bello – Design.in

Sobre Design.in Arquitetura Design de Interiores

Somos Alexandre Ferraz Bello e Edelita Merétika Bello, profissionais a mais de 15 anos desenvolvendo projetos personalizados e atuais.
Esse post foi publicado em Design de interiores, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Projeto de Interiores – Quanto custa ou, como orçar?

  1. Ellen Geisse disse:

    Muito bom! Muito bem explicado! Parabéns! (:

  2. katherine disse:

    Olá boa tarde , estou entrando no ramo agora , preciso aprender orcar projetos de moveis plhanejados ? Como devo orcar um projeto ?

    • Olá Katherine, a questão de orçamento para móveis planejados tornou-se um pouco injusta pela forma com que as lojas de móveis planejados estão estão se posicionando no mercado atualmente, hoje é comum que clientes com potencial para um projeto de interiores completo, aonde o projeto de móveis planejados seria o ponto forte do projeto como um todo, sendo elaborado pelo profissional de interiores de forma totalmente exclusiva e adequado ao conjunto do estilo, estejam procurando lojas de móveis planejados que oferecem projetos “gratuitos”, visando apenas o lucro na fabricação dos móveis. Este mesmo cliente acaba indo de loja em loja buscando idéias de projetos com melhor custo de fabricação. Isto têm gerado dificuldade para nós profissionais que projetamos os móveis detalhando estilos e características únicas. Porém a dica que posso te dar é justamente com base nisto, que quando você for orçar você avalie com cuidado o nível que vai ser empregado no projeto destes estilos e características que são únicos de um profissional, quanto mais a tua experiência e criatividade for aplicada, quanto mais horas trabalhadas e maior a pesquisa desenvolvida, maior será o valor do teu orçamento, deixe bem claro isto para o teu cliente, você pode até especificar para o teu controle o valor por m2 (frontal dos móveis) que vão diferenciar de acordo com estes níveis.

  3. RICARDO disse:

    Dica, adequa-se ao que o mercado está buscando sem no entanto perder a essencia projectual.
    é necessário acompanhar as tendências mercadológicas fala pra o cliente que voçê tambem pode aprejentar propostas tão bacanas quanto as lojas de planejados tem apresentado.
    estou restruturando minha marcenaria afim de participar do exelente momento que o setor moveleiro tem vivido devido ao grande resultado das construçoes residencias.
    é preciso mudar o nosso tipo de oferta quando se muda o tipo de demanda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s