Revista Élégant – Grupo Beto Ferreira – Aspectos afetivos e pessoais em Projetos para interiores

Patrícia Salvador, “De coadjuvante a protagonista” capa  Revista Élegant


Artigo assinado por Alexandre Ferraz Bello – Designer de Interiores da Design.in, a convite da assessoria de imprensa da Revista Élégant para a coluna Decoração, abordando o tema “Aspectos afetivos e pessoais em Projetos para Interiores”.

Confira abaixo o artigo na íntegra:

Aspectos afetivos e pessoais em Projetos para Interiores.

Podemos dizer, com certeza, que a nossa casa é o lugar que mais expressa nossas particularidades, aonde podemos ter a nossa privacidade, aonde nossa vida pessoal tem verdadeira liberdade. Também é o lugar do nosso conforto, aonde descansamos e recarregamos as nossas forças, onde compartilhamos as nossas maiores alegrias, recebendo amigos ou vivendo momentos de intimidade com a família. A casa, ainda pode ser como um organismo, em que cada um com suas particularidades acrescenta uma parcela para fazer dela o espaço mais fundamental para o convívio da família.

O próprio conceito de casa nos dá a liberdade de sermos nós mesmos, então, a partir dos nossos sonhos, estilo e desejos aos poucos vamos dando personalidade a ela, imprimindo um pouco do que nós somos.

Todas estas características são fundamentos básicos que precisam ser avaliados cuidadosamente quando pensamos em um projeto para interiores em uma residência unifamiliar. Na escala das considerações a serem avaliadas para desenvolver um bom projeto residencial de interiores, os conceitos afetivos e pessoais ocupam uma posição de base, onde todas as outras considerações como, orçamento para execução dos projetos, funcionalidade, estética, luminotécnica, distribuição espacial e ambientação, design do mobiliário, entre outras, deverão ser norteadas pelos aspectos afetivos e pessoais de quem irá desfrutá-lo.

Por outro lado conciliar estilos e gostos pessoais tornando a casa um ambiente agradável a todos os seus moradores, definitivamente não é uma tarefa fácil, porém essencial, de outra forma correremos o risco de fazermos da nossa casa vários mundos separados por paredes, e, aos poucos perderemos o convívio familiar, tão importante para o nosso bem estar e qualidade de vida.

Empenhar-se no estudo dos aspectos afetivos e pessoais da moradia torna um projeto de interiores extremamente complexo, devido às várias formas e funções de cada espaço definidos pelas esferas das áreas íntimas, sociais e de serviços, quando se trata de moradia tradicional, ou ainda mais complexo quando se trata do conceito de moradia moderna e pós moderna, em que as áreas íntimas e sociais são constituídas em um único espaço sem divisões de paredes. Um dos grandes segredos para o sucesso deste estudo é o diálogo aberto e imparcial entre todos os moradores, cada um respeitando os sonhos e desejos do outro, e, todos cooperando para adequar seus desejos de realização à realidade do projeto executivo, com as suas limitações técnicas, funcionais e orçamentárias.

O desafio é empolgante tendo em vista que esta é a parte essencial que trará vida à casa e que fará da nossa casa o lugar mais agradável para estarmos.

Por Alexandre Ferraz Bello – Designer de Interiores – Design.in


Sobre Design.in Arquitetura Design de Interiores

Somos Alexandre Ferraz Bello e Edelita Merétika Bello, profissionais a mais de 15 anos desenvolvendo projetos personalizados e atuais.
Esse post foi publicado em Design de interiores, Publicações. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s